domingo, 22 de março de 2009

Obrigação com prazer

Estou lendo o livro "Arte Brasileira no Século XIX" de Sonia Gomes Pereira. Esse livro é um dos 3 indicados para a prova da Pós Graduação em Artes Visuais, oferecido pela faculdade de Belas Artes da UFMG.
A prova será dia 28/03 e estou me preparando para concorrer a uma das vagas. O melhor de tudo é que estou adorando o livro. Estou numa deliciosa leitura sobre a arquitetura brasileira no seculo XIX. Impressionante como a arte está totalmente ligada ao contexto social e cultural de cada época.
Fiquei sabendo sobre essa pós graduação meio por acaso (através de uma amiga que também vai tentar uma vaga) e imediatamente fiquei muito empolgada, pois além de ser uma temática que eu gosto muito, o curso é gratuito e oferecido por uma excelente universidade.
O único problema que estou enfrentando é que a faculdade onde eu fiz a graduação não vai liberar meu histórico a tempo da inscrição... E esse é um capítulo a parte que tentarei resolver amanhã.
Enquanto isso estou estudando. Lendo os PCNs para o Ensino de Artes e os livros indicados.
  • Bibliografia: PROUS, André. Arte pré-histórica no Brasil. Horizonte: C/ARTE, 2007
  • CONDURU, Roberto. Arte afro-brasileira. Belo Horizonte: C/ARTE, 2007;
  • PEREIRA, Sônia Gomes. Arte brasileira no século XIX. Horizonte: C/ARTE, 2008;

Arte brasileira no século XIX

O livro discute as problemáticas culturais do século XIX e suas manifestaçoes artísticas no panorama cultural brasileiro. Arte Brasileira do Século XIX é o terceiro volume da coleçao Historiando a Arte Brasileira, que discute um tema específico da História da Arte Brasileira e sua aplicaçao pedagógica (em sala de aula). As orientaçoes didáticas deste título foram elaboradas pelos professores Dra Lúcia Gouvea Pimentel e Prof. Patrícia de Paula Pereira. A série é coordenada por Marília Andrés Ribeiro e Fernando Pedro da Silva e tem o apoio do Comite Brasileiro de História da Arte.
A autora Sonia Gomes Pereira é museóloga, com mestrado em História da Arte na Universidade da Pennsylvania, doutorado em Comunicaçao e Cultura na UFRJ e pós-doutorado no Laboratoire du Patrimoine Français/CNRS, Paris. É pesquisadora do CNPq e autora de vários artigos e livros, decorrentes de interesses de pesquisa no campo da História da Arte Brasileira. Atualmente é professora titular da Escola de Belas Artes da UFRJ e coordena o Projeto de Revitalizaçao do Museu D. Joao VI da EBA/UFRJ, premiado pela Petrobras Cultural, em 2004. A prof. Dra Glória Ferreira apresenta o livro com as seguintes palavras: “Priorizando a análise das obras, sua abordagem relaciona as estratégias estéticas e formais dos artistas ao contexto de profundas mutaçoes sociopolíticas e culturais, enfatizando as nuanças e invençoes operadas na apropriaçao dos modelos europeus. Problematiza, assim, as premissas que nortearam a crítica modernista caracterizando as produçoes artísticas do século XIX como ‘mera cópia das modas francesas e alienadas das raízes e dos problemas brasileiros’. Destacando os aspectos modernos das produçoes artísticas e arquitetônicas, marcadas pela busca de conciliaçao com a tradiçao e de adequaçao as novas condiçoes da sociedade burguesa, a autora assinala a inexistencia de um corpo rígido e coeso de idéias informando o classicismo, ou de uma sucessao de estilos cronologicamente delimitados, tendo sido o sistema academico atravessado por constantes polemicas e divergencias em consonância com a própria crise do pensamento clássico. Nos atuais debates que cercam os 200 anos da transferencia da corte portuguesa para o Brasil, com as singularidades históricas que lhe sao inerentes, a análise de Sonia Gomes Pereira sobre a constituiçao do nosso sistema de arte revela-se, igualmente, um aporte para a avaliaçao de nossa sempre precária inscriçao na História da Arte”.

4 comentários:

Fernanda disse...

Boa sorte na sua prova!!!!!!

alfredo disse...

Pesquisando a bibliografia para a mesma prova, econtrei teu blog. Li várias postagens e me deparei com uma leitura doce e pueril. Precisamos de educadoras assim. Parabéns pelo blog.

alfredo disse...

No Pólo Uberaba. E você?
Desde já, boa sorte!

alfredo disse...

História.