quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Alta

Segunda feira minha irmã teve alta. Só estou escrevendo agora, pois ainda estou sem internet...
Eu estava no trabalho quando ela me ligou perguntando com a voz bem animada: - Adivinha onde eu estou?
Eu logo respondi perguntando: - Em casa?
E ela disse que sim.

Depois do trabalho eu ainda fui fazer mais uma aula na motopista, assim cheguei em casa já era noite. Ela, sentada no sofá esticou os braços pra me abraçar e agradecer pelo que fiz. Nem tinha do que agradecer pq eu não fiz nada demais...
Então nós conversamos bastante. Ela contou cada capítulo da temporada no hospital e nós rimos muito. Toda hora ela me mandava calar a boca pq eu estava fazendo ela  rir e qd ria doía a barriga.

Mas era ela quem contava de modo engraçado, eu só completava transformando a situação “trágica” em cômica.

Primeiro ela contou que na sala de cirurgia ficou observando tudo a sua volta e ficou procurando aquele aparelho que a gente vê nos filmes, usados pra ressuscitar a pessoa, não encontrando ela ficou pensando, caso tivesse uma parada cardíaca como iam ressuscitá-la.

Já no quarto, ainda sob efeito de anestesia, momento de reflexão, ficou pensando como seria não ter as pernas. Quando a anestesia começou a passar ela perguntou a enfermeira se podia usar o banheiro. A enfermeira disse que ia trazer a comadre.

(?)

E ela ficou pensando na situação, totalmente inédita pra ela. E ficou com a tal da comadre por uma hora e nada do xixi sair.
Quando a enfermeira viu, disse q ia ter que passar a sonda e minha irmã ficou pensando: - Ai meu Deus! Vão furar minha barriga!
Mas a enfermeira veio com soro e gaze, limpou “as partes” dela e passou a sonda.
E ela pensando: - Que humilhação!

Contava isso brincando e a gente se acabando de rir.

Mas ela disse que durante esse tempo no hospital,  teve tempo demais pra pensar na vida... No que é importante.
E eu aqui tbm fiquei pensando...
Domingo a noite eu ouvia um barulho e achava que era ela chegando e depois lembrava que ela não ia chegar e fiquei pensando como seria se não chegasse mais...

Enfim, nossa relação está ótima e nessas horas nós percebemos como as pessoas são importantes pra nós.
Estou feliz por ela estar em casa. Se recuperando a cada dia.

Dia 14 vai ao consultório do médico para tirar os pontos.

6 comentários:

Anne disse...

oi Jane! ela teve apendicite né?? li lá embaixo rs.
eu tive uma vez dores parecidas e os médicos acharam que era, mas na verdade era pedra na vesícula. Realmente dói muito apendicite, todo mundo fala, mas é tranquilo!
que bom que ela já está em casa, logo tira os pontos e fica tudo bem!! se recuperando logo logo!
pelo menos vcs tiveram senso de humor né? hahaa! achei engraçado os pensamentos dela, eu só chorava ao entrar na sala de cirurgia rs! e me recusei a usar a comadre haha! mas sonda não deve ser nada legal heim

beijos pra vcs, melhoras pra ela
e obrigada pelo apoio, agora estou melhorzinha!!
beijooo!

Fernanda disse...

Que bom que ela ja ta melhorzinha...eu acabei de deixar um recado no orkut dela.
Beijos!!!

Larissa, Lara, Lalá, .... disse...

Jane
Que bom que sua irma esta' bem e ja' em casa. Espero que a recuperacao seja tranquila. Beijos

Jaya disse...

Oi... sou eu, a doentinha!!! rsrsrsrs!!!
A Jane revela minhas intimidades e minhas ignorancias: "vai furar minha barriga de novo pra por a sonda?" Dããããrrrrr. Mas tudo bem pq fica até comico mesmo!!!
Obrigada pelas vibrações positivas... eu sinto que elas chegam e me fazem muito bem...
Bjinhos pra todos e especialmente pra minha irmã que eh a maior companheira q eu poderia ter!!!

Jane disse...

Anne, Fer e Lalá
Obrigada pelos comentarios e carinho.

Jaya
Obrigada pelo elogio. É mt bom ter vc como irmã.
Fiquei até com a bochecha vermelha, rss.

Elianne Goff disse...

Jane,

Que bom que sua irma ja esta em casa e se recuperando !!!
E verdade o fato de refletir sobre a falta que alguem pode fazer em nossas vidas nos faz dar mais valor aos que amamos ou pelo menos deveria ser assim .
Um otimo final de semana para voces !!!

beijos,