terça-feira, 13 de abril de 2010

Júri popular parte 5

E hoje lá estava eu, no fórum, na espectativa de ser sorteada para compor mais um juri...
O crime  bárbaro aconteceu em 2004 quando um traficante da região convidou o usuário E. de 16 anos para fumar um baseado na linha ferroviária.
O convite não foi casual. O traficante que há alguns dias cobrava 20 reais da vítima, já estava com a intensão de matá-lo. E assim ele fez, depois de torturá-lo matou com pauladas na cabeça.
O julgamento aconteceu apesar da ausência do réu, que encontra-se foragido da polícia. Já foi condenado por trafico de drogas, assalto, roubo, extorsão (dentro da cadeia)...
Na platéia os pais da vítima e o irmão.  Da parte do réu, ninguém. Apenas os advogados. Os pais e os irmãos estão presos.
Infelizmente esse não é um caso isolado. O crime sistêmico, consequência das drogas faz vítimas todos os dias em todos os lugares desse país.
E mais uma vez eu saí com os olhos brilhando pelo promotor, digo, pela atuação do promotor, Aécio Rabelo.
(suspiros)

3 comentários:

Larissa, Lara, Lalá, .... disse...

Jane!!!
Daqui a pouco vai mudar de profissao!!! Mas deve ser muito interessante mesmo. Beijos

Jane disse...

Larissa,
Sabe que já pensei em fazer direito?
Hoje mesmo quando estava no forum, uma colega professora, que tb foi intimada para o juri, falou comigo que eu deveria ter feito esse curso, pq "eu tenho o dom da palavra" e ia me dar mt bem...
Eu não descarto essa hipótese... Em breve teremos esse curso aqui na universidade federal da cidade onde eu moro, quem eu sabe eu não me animo e tento...

Fernanda disse...

Nossa amiga, uma lastima! Olha, tambem acho que voce levaria jeito pra esse direito viu? E como diz uma conhecida da minha mae que fez: Eh um curso que todo mundo deveria fazer, independente se vai seguir a area ou nao.
Beijocas!