quarta-feira, 26 de maio de 2010

Minha relação com o tempo

Estou feliz. Minha monografia está praticamente pronta! Isso sob meu ponto de vista, pois meu orientador acho que não leu uma linha sequer. Pelo menos não deu nenhum retorno. Eu fui cumprindo os prazos e mandando os capítulos pra ele. Hoje escrevi as considerações finais e o resumo.
Ufa!

Saí de casa as 16h, feliz, rindo a toa e fui pra academia.

E na academia...

Não tenho paciência pra andar na esteira então eu corro. Ainda assim não consigo fazer isso sem olhar pro cronometro a cada segundo. Então fico pensando na minha falta de paciência e se esse problema é com a atividade que estou fazendo ou com o tempo mesmo... Pq vira e mexe e eu me pego contando o tempo, e fazendo contagem regressiva pra tudo. Como se cada dia fosse um dia a menos ao invés de um dia a mais em minha vida.

Acho que são duas formas de encarar o passar do tempo, da vida.
Fico incomodada, qd percebo que estou pensando assim. Fazendo contagem regressiva pra tudo e vivendo os minutos como se fossem menos um. Mas está em mim.

De um modo geral eu não brigo com o tempo... Mas esse negócio da contagem regressiva, que talvez tenha a ver com ansiedade me faz ter a sensação de que não estou vivendo o hoje, vivo esperando o futuro.
Não gosto disso em mim e vivo me questionando.

2 comentários:

Bia Mendonça disse...

Jane amiga, se tem uma coisa que eu tenho aprendido cada vez mais é que não dá para apressar ou adiar as coisas... tudo acontece no seu devido tempo. E quandoa gente está preparada para que as coisas acontecem tb. :)

bjs

Fernanda disse...

Ihh, eu tbm faco isso. Me vejo muitas vezes sempre esperando pelo futuro, como se nao pudesse aproveitar o hoje intensamente. A gente tem que aprender a viver o presente. Eu tenho que aprender isso.
Bjos!