terça-feira, 25 de agosto de 2009

Fotografia

A oficina de fotografia que tivemos também no sábado foi bem simples mas nos permitiu exercitar alguns conceitos presentes na fotografia como enquadramento, quantidade de luz, nitidez da imagem e campo de visão.
Consistiu na construção de uma câmera visualizadora. Para isso utilizamos papel cartão com uma face preta, papel vegetal, tesoura e fita adesiva.
Na foto Eu e Gabi com a "mão na massa".

Encontrei num site exatamente o que fizemos na aula, portanto para poupar meu trabalho, vou copiar parte e colar aqui.




1 – Conforme a ilustração, começamos com o papel cartão que deve ser cortado segundo as medidas, dobrado e colado em forma de uma caixa. Neste formato devemos fazer duas caixas, sendo uma ligeiramente menor que a outra (elas trabalharão por encaixe, como uma gaveta). Esta por sua vez seguirá o mesmo esquema de construção da outra, tendo apenas como diferença a tampa de fundo que deve ser feita com o papel vegetal e ser um pouco mais comprida. Procure manter uma diferença mais ou menos precisa entre as duas caixas, possibilitando um encaixe sem folgas.

2 – Depois de prontas as caixas, pegamos a primeira, que é a externa e nela faremos o furinho (semelhante ao esquema da pinhole) no centro da tampa. Faça um pequeno furo centralizado na tampa de fundo da primeira caixa.

3 – A seguir, encaixamos a menor (com tampa de fundo em papel vegetal) dentro da maior, como uma gaveta.


4 – Verificamos o movimento de vai e vem do sistema de encaixe (que tem a função do zoom, afastando e aproximando a imagem). Não devemos deixar folgas entre as caixas para assim evitarmos a entrada de luz.


5 – Neste ponto já podemos testá-lo. Basta procuramos um lugar com uma cena bem iluminada pelo sol. Pelo visor deveremos enxergar a imagem invertida projetada sob o papel vegetal. A imagem às vezes demora um pouco até que possamos vê-la com clareza. O nosso olho precisa de um tempo para se acostumar na escuridão. Aos poucos a imagem vai chegando e já podemos vê-la.Movimentando a parte externa do visor iremos perceber a aproximação ou o distanciamento da cena como numa câmera com objetiva zoom.
Palavras do professor no fórum dessa disciplina, mais especificamente dessa oficina: "Ao construir uma câmera visualizadora, aprendemos questões sobre a formação da imagem ótica como intensidade de luz de acordo com o tamanho da entrada de luz (o diafragma da câmera), a imagem invertida de cabeça para baixo existente nos visores de câmeras profissionais de estudio (médio formato), questões do campo de visão da fotografia relacionado a distancia focal das objetivas e a grande angular e tele-objetivas, entre outras questões. Sem esta compreensão, acredito que o aluno recebe informações sem o incentivo de questionar como as imagens se formam." FOTOGRAFIAS E TECNOLOGIAS CONTEMPORÂNEAS
por LUIS MORAES COELHO - PROF. FORMADOR FOTOGRAFIA - terça, 25 agosto 2009, 21:40

Continuando o curso, estou agora na 3ª aula na plataforma virtual. Quem quiser acompanhar...

3ª Aula

Fotografia, arte e realidade.

Visite o site do artista brasileiro Alexandre Orion . Observe como ele trabalha a característica da fotografia de transformar o espaço tridimensional em uma superfície plana. Note que ao achatar os planos, cria uma nova imagem a partir da realidade.

Amanhã eu continuo... Ainda tem a tarefa para fazer e enviar até domingo, mas sábado já teremos novo encontro com a oficina Cinema e Vídeo.

Um comentário:

Bia Mendonça disse...

Jane, estou adorando essa "dicas"!!

bjs