quinta-feira, 19 de novembro de 2009

As Estranhas Surpresas Da Vida


Pequei na escola o livro "Lá vem história" da Heloísa Prieto.
Esse livro tem 30 histórias do folclore mundial.
  • Histórias para sonhar;
  • Histórias para rir e pensar e;
  • Histórias para sentir medo.

Não sei porque mas essa em especial me fez pensar...

As Estranhas Surpresas Da Vida

Era uma vez uma bela jovem chamada Fátima cujo pai era um comerciante rico. Um dia, ele a avisou de que viajariam de navio para uma ilha onde tinha vários amigos com filhos da idade dela.
- Talvez encontre um noivo entre esses rapazes - disse-lhe o pai.

Durante a viagem houve uma terrível tempestade em alto-mar. Todos os tripulantes morreram, inclusive o pai de Fátima, e apensa ela conseguiu chegar até a praia, onde adormeceu de tanto cansaço.
Quando despertou, não sabendo o que fazer, saiu caminhando pela areia.
Uma família de tecelões que passava por ali a viu e. sentindo pena daquela moça tão linda e desamparada, convidou Fátima para em sua casa.
Assim, ela começou uam nova vida e, com o tempo passou a gostar muito de ser tecelã e viver com eles.

Certa noite, porém, quando passeava na praia e olhava as estrelas, Fátima foi raptada por piratas. Eles a levaram de navio para a cidade de Istambul e a puseram à venda como escrava na feira. A moça chorava muito. "Por que tenho que perder tudo pela segunda vez?", pensava.

Fátima foi comprada por um homem que se compadeceu dela, tão formosa e tão triste. Era um generoso construtor de navios que pensou que ela poderia ser uma companhia para sua esposa. A jovem sentiu-se tão grata pela atitude do homem que se tornou uma excelente ajudante da família. Além disso, aprendeu muito sobre construção de navios.
Vendo a eficiência da moça, o construtor a enviou a outra cidade, para que ela o ajudasse a vender suas embarcações.

Pela segunda vez o navioem que Fátima viajava naufragou e ela foi a única sobrevivente. "por que será que sofro tanto? Por que não posso ser como as outras jovens: casar, ter filhos, ficar sempre no mesmo lugar?", ela pensava enquanto chorava, de novo, numapraia desconhecida.

Acontece quena ilha aque ela chegara havia uma lenda sobre a vinda de uma mulher estrangeira que seria capaz de fabricar uma tenda para o imperador. Quando a viram na praia, os ministros imediatamente a conduziram até a corte, onde o imperador lhe perguntou:
- Minha jovem, você sabe fazer uma tenda?

E Fátima sabia, pois tinha sido uma ótima tecelã. Como naquela não havia cordas, a jovem, lembrando-se de suas experiências, fez as cordas com linho. Depois, fabricou uma tela resistente para o suporte da tenda, recordando-se de seu trabalho na contrução de navios. Ao ver a tenda pronta, apoiada nos mastros tão bem feitos por Fátima, o imperador ficou satisfeito. Deu-lhe bastante dinheiro e um belo palácio.
Na grande festa em sua homenagem, Fátima conheceu o príncipe com quem se casou e viveu feliz até ficar bem velhinha.

Certa manhã, admirando a saúde de seus netos, a beleza de seu palácio e toda a felicidade que a cercava, Fátima pensou: "Como meu pai ficatia contente em me ver. Como a vida é cheia de surpresas! Se eu não tivesse naufragado, sofrido, me perdido nas praias, não teria chegado aqui, onde morava minha felicidade!"

(História Do Folclore Oriental Sufi )

3 comentários:

Fernanda disse...

Adorei! Me lembrou muito um conto chines sobre a construcao da muralha da China que uma amiga me passou no ensino medio.

Larissa, Lara, Lalá, .... disse...

Jane
Adorei!!! Ja' coloquei na minha listinha para a caixa de Leituras dos meus filhos. Beijos

Bia Mendonça disse...

As entrelinhas desse conto são maravilhosas. Eu sei que na vida a gente tem que passar por um monte de coisas que com certeza vão nos deixar mais fortes e preparadas para algo bem maior. É difícil, mas é só tentar encontrar algum sentindo até no sofrimento!

Boa final de semana!
bjs